Commodities: como investir e quais os 6 cuidados que você deve ter?

Arthur Falcão
Planejador Financeiro
13/9/2021

Nos últimos meses, o Brasil tem observado um forte aumento da inflação, com destaque para os preços de commodities. Diante disso, várias empresas produtoras de commodities estão passando por um boom no preço de suas ações em 2021, o que, naturalmente, está atraindo muitos investidores para o segmento.

Sendo assim, em um cenário como esse, será que vale a pena investir em ações de empresas produtoras de commodities?

Nesse artigo, vamos falar sobre:

O que é uma Commodity?

Apesar de ser um termo muito popular no mundo dos investimentos, é comum que alguém que não tenha esse termo no seu dia a dia, não entenda o que caracteriza uma commodity. As commodities são bens que possuem características físicas homogêneas, independente de qual seja sua origem/produtor/marca. São comumente usadas como matéria-prima para a produção de outros bens.

Por exemplo, um quilograma de soja, que é uma commodity, produzida no Brasil ou na China terá o mesmo preço, visto que a soja não se diferencia por conta da localidade ou do produtor.

Os três tipos mais comuns de commodities, são:

Ambientais - como a energia elétrica, água, madeira e celulose.

Agrícolas - como a soja, milho, trigo, açúcar, arroz e boi gordo.

Minerais - como o petróleo, gás natural, aço, minério de ferro, cobre,  lítio, urânio e metais preciosos.

Como investir em commodities?

Há duas formas de investir em commodities:

Compra direta de commodities

Para se posicionar diretamente em commodities, o investidor tem 3 opções principais: 

  1. comprar diretamente essa commodity no varejo (e claro, ter condições de estocá-la); 
  2. comprar contratos futuros em bolsas de valores (saiba que nem toda bolsa de valores terá muitas opções de commodities negociadas; na bolsa brasileira, a B3, são negociados contratos futuros de apenas 9 commodities);
  3. comprar ETFs de commodities (havendo o mesmo contraponto do item anterior).

Entre os pontos negativos de investir diretamente em commodities, você deve levar em conta que: contratos de commodities possuem uma data de vencimento, a partir da qual, o detentor do título se torna responsável pelo recebimento do bem representado pelo contrato, portanto, é um investimento que necessariamente terá viés especulativo de curto prazo; commodities são bens que não geram rendimento, ou seja, se você comprar, hoje, 1 unidade desse bem, em cinco anos, você terá apenas 1 unidade desse mesmo bem (caso ele não seja perecível, claro)

Na minha visão, como um investimento prático de médio ou longo prazo, as únicas commodities que faz sentido investir diretamente são metais preciosos, mais especificamente, o ouro. É possível investir no metal por meio de contratos de ouro em bolsa, corretoras de ouro, fundos de investimento e ETFs.

Quer saber a forma mais eficiente de investir em ouro?

Compra indireta de commodities (a forma mais simples)

A segunda opção para investir em commodities é a exposição indireta, por meio do investimento em empresas produtoras de commodities. 

Ao comprar uma ação de uma produtora de commodities, você se torna sócio da companhia e assume o risco do negócio. Empresas de commodities costumam ter um alto nível de correlação com a commodity, mas ainda assim é importante entender bem o modelo de negócios da companhia, seus segmentos de atuação, seus clientes e se possui parte da sua receita dolarizada.

Sendo o Brasil um dos líderes mundiais em produção e exportação de commodities, há várias opções de empresas que atuam nesse ramo, negociadas em bolsa. Na B3, podemos encontrar produtoras de commodities minerais, como Petrobras (PETR3), Vale (VALE3), PetroRio (PRIO3) e Gerdau (GGBR3); agrícolas, como Boa Safra (SOJA3), SLC Agrícola (SLCE3), Camil (CAML3), JBS (JBSS3) e Marfrig (MRFG3); e ambientais, como Taesa (TAEE11), Engie Brasil (EGIE3), Suzano (SUZB3) e Sanepar (SAPR3).

Cuidados ao se ter ao investir em commodities

Até o momento, focamos em explicar os conceitos e melhores formas de investir em commodities, mas antes de decidir se você irá investir em commodities, seja por meio direto ou indireto, é importante que você considere os seguintes pontos: 

O mercado é cíclico

É difícil se diferenciar no mercado

Observe as tendências

O câmbio influencia no preço

Cada commodity tem suas particularidades

Cuidado com as modas

Gostou do artigo? Agende uma conversa com a nossa Equipe.


Manual do Pequeno Investidor

9 dicas simples de como ajudar na educação financeira do seu filho.
João Scognamiglio
Diretor de Consultoria

Panorama de Mercado - Setembro de 2021

Confira os principais acontecimentos do mês de setembro do Brasil e do mundo, que impactam nos seus investimentos.
André Falcão
Economista

Está em dúvida sobre contratar uma consultoria de investimentos? Faça essas 4 Perguntas antes de tomar uma decisão

Tem dúvidas se uma consultoria financeira é ideal para você? 4 perguntas para se fazer antes de tomar uma decisão de contratar esse serviço.
Arthur Falcão
Planejador Financeiro

Panorama do Mercado - Agosto de 2021

Confira os principais acontecimentos do mês de agosto do Brasil e do mundo, que impactam nos seus investimentos.
André Falcão
Economista

7 razões pelo qual o momento de começar a investir em ações é hoje

As preocupações sobre investir no mercado de ações cercam muitas pessoas que estão começando. Confira 7 razões para começar a investir em ações hoje.
João Scognamiglio
Diretor de Consultoria

Como investir em meio a um ciclo de alta de juros?

Após 5 anos de sucessivos cortes da taxa básica de juros brasileira volta a subir. Como investir em um cenário de aumento na taxa de juros?
Arthur Falcão
Planejador Financeiro